Cursos / Palestras
XXIX ENECIC - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS 18 À 23 DE AGOSTO TEMA: Ciências Contábeis: Como Impulsionar o Crescimento do País? Apoio: SINDICONT-Rio
Último MBC
terça-feira, 10 de fevereiro de 2015
Jornal
Utilidades
Cadastre seu e-mail para receber nosso boletim informativo, e tenha nossas notas e noticias em primeira mão

ORIENTAÇÕES SOBRE O RECOLHIMENTO DO EMPREGADO DOMÉSTICO COM A PUBLICAÇÃO DA LEI COMPLEMENTAR 150/2015
quarta-feita, 22 de julho de 2015

O empregador doméstico é responsável pelo recolhimento das contribuições decorrentes do contrato celebrado com o trabalhador doméstico, que são calculadas sobre o valor registrado na Carteira de Trabalho e Previdência Social. A parcela devida pelo trabalhador, conforme alíquota constante da tabela de contribuição, será descontada de seu salário e recolhida juntamente com a contribuição devida pelo empregador (12%).

Empregador Doméstico ( contribuição patronal): 12% (doze por cento) do salário de contribuição do empregado doméstico a seu serviço.

Faça dowload do Informativo 11/2015 – SRRF\DIVIC de Julho de 2015 para ter acesso a informação na integra.  Clique aqui

Fonte: Receita Federal

Justiça do Trabalho Decreta Vitória da Unicidade Sindical
sexta-feira, 17 de julho de 2015

TST confirma de forma definitiva que a CNPL é a única Confederação representativa dos profissionais liberais

A CNPL no seu dever de informar e esclarecer todos os seus representados constantemente, tem noticiado suas vitórias judiciais nas diversas esferas da justiça, em face da indevida pretensão de desmembramento promovida pela CNTU.

Da última vez a CNPL noticiou que a C. TST rejeitou, por sua Seção Especializada I, recurso de embargos de divergência da CNTU e assentou que uma vez que o julgamento anterior teve por base fatos constantes no processo, que, alinhados com a preservação de princípios constitucionais, tornariam a interposição de recurso ao Supremo Tribunal Federal improfícua.

A previsão da CNPL, forte nos ditames da lei e da jurisprudência pátria, mais uma vez se confirmou. Agora por decisão definitiva de lavra do Ministro Vice-Presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Dr. Ives Gandra da Silva Martins Filho, datada do último dia 30 de junho de 2015, e que negou seguimento ao recurso extraordinário da CNTU, em outras palavras, o Ministro asseverou que tal recurso é incabível no presente caso.

Para ler o texto na integra acesse: http://www.cnpl.org.br/new/index.php/81-destaque/714-justica-do-trabalho-decreta-vitoria-da-unicidade-sindical

Fonte: CNPL



Posse SINCCA
quinta-feira, 16 de julho de 2015

O SINDICONT-Rio representado por suas Diretoras Mary Isabel Pereira e Sonia Regina Mandarino, registrou presença na Posse da Diretoria do Sindicato dos Contabilistas de Campos – SINCCA, Gestão 2015-2017, levando votos de sucesso, em nome dos profissionais da contabilidade do Município do Rio de Janeiro, ao Presidente José Ornis Rosa e demais Diretores.

SINDICONT-Rio realiza curso sobre Análise e Conciliação de Contas
quinta-feira, 16 de julho de 2015

No dia 10 de julho, o mini auditório “Vitória Maria da Silva recebeu cerca de 25 pessoas para a realização do curso “Análise e Conciliação de contas”, ministrado pelo profissional contábil Alberto Gonçalves. O equilíbrio entre teoria e prática marcaram a aula e mostraram o caminho para que contabilistas possam atuar como analistas contábeis.

Com quase oito horas de duração, o curso abordou diversos temas relevantes para os profissionais da área. Destaque para: o conceito de análise contábil e conciliação de contas; as diferenças entre análise contábil, auditoria e perícia; fontes de informação e a estrutura do plano de contas.

A diretora Cultural e de Divulgação do Sindicato, Bela Balassiano, destacou o sucesso da iniciativa: “A sala cheia demonstra o interesse de nossa classe em adquirir conhecimentos”, ressaltou. Ela aproveitou para convidar os profissionais da contabilidade a visitar o site e participar dos eventos organizados e apoiados pelo SINDICONT-Rio. 









gacd